Por: Paulo Chagas | 23/11/2017

O Método usado na pesquisa foi quantitativo, descritivo, e por amostragem. Já a coleta foi efetivada de forma individual, através de questionário estruturado. O público entrevistado envolveu eleitores  a partir de 16 anos de idade; residentes, domiciliados e votantes em Santa Catarina.

Na amostra foram realizadas 1.008 entrevistas, com pessoas selecionadas em pontos de fluxo de bairros dos 40 municípios das seis mesorregiões de SC, a partir de cotas determinadas de acordo com a proporção da população (bases IBGE e T.R.E.) quanto a: gênero, faixa etária, escolaridade e população economicamente ativa e não ativa.

A margem de erro amostral máxima: 3,1 pontos percentuais para os resultados apresentados pelo total da amostra pesquisada (1.008 casos), dentro de intervalo de confiança de 95%.

O  período das entrevistas em campo: 15 a 20 de novembro de 2017.

Realização: Instituto MAPA.

Contratação e divulgação: RIC-SC e ADI-SC.

 

Confira o quadro em Santa Catarina na estimulada. Cenário A

 

Estimulada para o Governo do Estado de Santa Catarina. Cenário B

Intenção de voto para Presidente da República. Cenário A

 

Intenção de voto para Presidente da República. Cenário B

 

Avaliação do governo e do governador
Na avaliação do atual governo do Estado, em que o entrevistado fez uma avaliação da gestão Raimundo Colombo, 38,1% dos entrevistados aprovam, sendo que 5,5% classificaram como ótima e 32,6% como boa. Dos 1.008 eleitores ouvidos, 38,5% acham que a administração estadual é regular, 8,5% consideram ruim, 13,6% definiram como péssima e somente 1,3% não soube avaliar.
.

A pesquisa completa contratada pelo Grupo RIC em parceria com ADI-SC e SC Portais, realizada pelo Instituto MAPA. Cenário eleitoral ao Governo de Santa Catarina e à Presidência da República.