Por: Paulo Chagas | 12/02/2018

A população de javalis continua crescendo assustadoramente. Medidas para a redução da espécie invasora foram tomadas, como a liberação da caça por profissionais ou pessoas devidamente regulamentadas por órgãos competentes. Além disso, gaiolas em formas de armadilhas foram distribuídas nas propriedades, e até mesmo um aplicativo para celulares foi criado para tentar identificar o número e o paradeiro dos animais. Nada disso parece estar adiantando. O mesmo problema se estende ao Rio Grande do Sul e ao Paraná.

Produtores de grãos do interior de Campo Belo do Sul estão à mercê da invasão dos javalis nas lavouras de milho. Alguns tiveram que refazer o plantio, para não perder o período de cultivo, e mesmo assim, seguem perdendo a planta ainda na brotação. Já os milharais crescidos são alvos fáceis dos ataques. Numa única lavoura calcula-se uma perda de aproximadamente 30%. “A certeza do prejuízo só será sentida na hora da colheita” afirma o produtor Eduardo de Oliveira.

 

Armadilhas desativadas

Os produtores do município de Campo Belo do Sul e Cerro Negro, já duvidam da eficiência das armadilhas que foram colocadas em terras de empresas particulares. Segundo comentam elas foram todas desativadas. Já em propriedades menores, reclamam da burocracia. Os javalis capturados devem ser fotografados e a informação precisa ser enviada à Polícia Ambiental. Além disso, no interior raramente o celular tem sinal, e muito menos internet. São questões que só complicam àqueles que procuram capturar os javalis, isso, quando conseguem.

A preocupação é que apesar dos esforços para a captura ou controle dos animais, as táticas que estão sendo usadas não estão surtindo efeito. A multiplicação dos javalis é fato. Conforme os produtores prejudicados se sentem cansados diante dos ataques e dos perigos que o animal oferece às pessoas. “Há um silêncio a respeito do problema, como se tudo estivesse sobre controle, o que não é verdade. É uma luta perdida, e só tende a piorar”, lamentam, os moradores locais.

Lages Hoje