Cidade

Lages implanta botoeiras em travessias de ruas centrais

Primeiros três trechos contemplados são prioritários, localizados nos cruzamentos movimentados entre as ruas Quintino Bocaiúva e Nereu Ramos, no Centro; Nereu Ramos e Frei Rogério, Lauro Müller e Frei Gabriel

Em continuidade às adequações, melhorias e modernização no trânsito de Lages com a finalidade de agilizar o fluxo de veículos principalmente nos horários de pico, como entradas e saídas em escolas e do trabalho, e em dias de chuva, além de proporcionar mais segurança e mobilidade aos pedestres, a prefeitura, por intermédio da Secretaria de Planejamento e Obras, está instalando equipamentos denominados “botoeiras”, especialmente para suporte a pessoas com deficiência visual em ambos os lados da via, junto a três semáforos selecionados como prioritários, localizados nos cruzamentos movimentados entre as ruas Quintino Bocaiúva e Nereu Ramos (em frente ao Terminal Urbano), no Centro; Nereu Ramos e Frei Rogério (em frente à Praça João Ribeiro), e Lauro Müller e Frei Gabriel (atrás da Catedral Diocesana). Na rua Frei Gabriel está situada a sede da Associação dos Deficientes Visuais do Planalto Serrano (Adevips), e o trecho entre a Associação até o Terminal Urbano, intensamente utilizado pelo público específico atendido, será dotado de uma botoeira, atendendo a um pedido da comunidade e da própria Adevips.

As botoeiras foram adquiridas pela prefeitura e a instalação iniciou nesta quarta-feira (13 de março). Pelos próximos três dias as equipes atuarão na definição de tempo e locais onde estarão as próximas botoeiras. “O sistema será ampliado para outras partes da cidade”, sintetiza o secretário de Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi. Esta iniciativa está sendo chamada de Caminho Seguro, ressaltando que Lages conta com 40 pontos de sistema semafórico em cruzamentos.

Você já ouviu falar em botoeira?

A botoeira é um aparelho de contagem de tempo exclusivamente para a travessia de pedestres e tem a função de avisar o controlador que existe a demanda da travessia, ou seja, quando não acionada, não vai fechar o semáforo desnecessariamente. É acionada por contato seco, dando o pulso de informação ao controlador. Compreende um semáforo que, ao ser acionado, registra em sua programação o pedido de travessia e, desta forma, fecha o sinal, parando temporariamente o trânsito.

O pedestre deverá então apertar o botão verde somente uma vez e aguardar. O usuário mantém o botão pressionado por cinco segundos e, após este período, a botoeira emitirá um BIP sonoro, que é a indicação do acionamento do recurso.

Quando surgir o desenho do boneco verde no visor do outro lado da rua o pedestre já pode atravessar de uma calçada a outra sem receio. Em Lages, como se trata de um mecanismo de auxílio a deficientes visuais, é dotado da emissão de sinal sonoro, um BIP sequencial que diminuirá os intervalos conforme o tempo vai se esgotando. O aparelho possui, ainda, os recursos de vibração e placa de instrução em braile para sua localização acima da botoeira.

Bortoluzzi lembra que o perímetro urbano de Lages está passando por algumas outras modificações com a intenção de atualizar os métodos de organização e melhor fluidez do trânsito de acordo com a realidade da cidade, a exemplo de substituição de semáforos por faixas elevadas em pontos onde houve a constatação de que este recurso já não é o mais oportuno, instalação de novos semáforos em locais onde não havia e seja preciso, e implantação de canteiros diferenciados para redução da velocidade e proteção aos pedestres. Todas estas medidas são tomadas depois de prévio estudo detalhado pelos profissionais técnicos da Secretaria de Planejamento e apoio da Diretoria de Trânsito (Diretran).

Texto: Daniele Mendes de Melo

Fotos: Greik Pacheco

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

1.566 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>