Saúde

Sesi: Medida Saudável incentiva redução da circunferência abdominal

Doenças do coração, diabetes, pressão alta e gordura no fígado são alguns problemas de saúde que estão relacionados ao excesso de gordura abdominal. Preocupada com o rápido crescimento de pessoas obesas no Brasil, cerca de 17,5% da população, a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), por meio do Serviço Social da Indústria (Sesi), realiza o programa Medida Saudável com colaboradores das empresas e da própria entidade.

A ideia é combater o sedentarismo e o excesso de peso por meio de ações de incentivo a prática de atividade física e alimentação saudável, estimulando novos hábitos e mudanças de comportamento. “Participar de um desafio desta natureza é ter atitudes simples que contribuem para comportamento mais saudável”, lembra a diretora do Sesi, Silvia De Pieri Oliveira.

Ao se inscrever no programa, cada participante recebe uma fita métrica que vai lhe acompanhar no desafio de perder medida da circunferência abdominal por 12 semanas. A supervisora de atividades físicas do Sesi, Patrícia da Silva Mescke, conta que toda semana os orientadores de atividade física e nutricionistas do Sesi enviam por um aplicativo de mensagem dicas de saúde para auxiliar na perca de peso e medidas. “Além de compartilhar dicas de alimentação e atividade física, os grupos tem a função de estimular os participantes a prosseguirem no desafio em busca do objetivo de diminuir as medidas e conquistar uma vida saudável”.

Na Serra, participam 189 colaboradores do Sesi e 584 das indústrias filiadas. A auxiliar de limpeza do Sesi, Elisete da Silva Santos, é um exemplo de que o desafio funciona. Quando iniciou tinha 102 centímetros de circunferência abdominal, 20 a mais do recomendado para mulheres pela Organização Mundial da Saúde (OMS). “Estou muito contente. Nos últimos anos ganhei muito peso e estava sedentária. Sigo as dicas e aqui no Sesi todos estão se ajudando”.

Na indústria a empolgação não é diferente. A líder de produção da Talismar Moda Íntima, Irene da Silva Almeida, conta que sempre se preocupou em ter uma alimentação saudável e praticava atividade física. Bastou um descuido e o ponteiro da balança disparou. “Me desesperei. Nunca havia ganhado tanto peso. Agora, sigo à risca as dicas do grupo, participo da ginástica laboral oferecida pela empresa e ainda faço caminhadas. Me sinto muito bem”.

O proprietário da empresa, Anderson Fernandes Rosa, diz investir na qualidade de vida e saúde do trabalhador porque sabe que se estiverem saudáveis trabalharão mais felizes e dispostos. Inclusive ele participa. “Mudamos os hábitos na empresa e estou praticando em casa com minha família. Em casa não entra mais refrigerante”, relata.

Por Catarinas || texto e fotos

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *