Geral

Ministro entrega a Bom Retiro o Selo Prodetur + Turismo

Depois de Urupema e Lages receberem o Selo Prodetur + Turismo, Bom Retiro confirmou nesta terça-feira (17), o documento que passou por análise prévia do Ministério do Turismo e credenciou o município como prioritário de tramitação junto aos bancos contratados para operações de crédito voltadas ao fomento do turismo.

Para tanto, o prefeito Vilmar Neckel foi a Brasília especialmente para receber das mãos do ministro do Turismo Vinicius Lummertz, o documento que representa uma conquista para o desenvolvimento do turismo de Bom Retiro.
O encontro no gabinete do ministro, foi prestigiado também pelo prefeito de Correia Pinto Celso Rogério Alves Ribeiro e o deputado federal Edinho Benz. O engenheiro de Correia Pinto Edézio Alves Júlio acompanhou os prefeitos.

O Selo Prodetur + Turismo é o passaporte para o município acessar o Fundo Geral do Turismo – Fungetur, que este ano promoveu investidos R$ 38 milhões e para 2019, tem previstos R$ 166 milhões para custeio à pequenos e médios empresários do setor. Lummertz disse aos prefeitos que, o setor turístico está ávido por investimento e não há mais como falar em desenvolvimento econômico e social sem passar pela indústria do turismo e demais segmentos do mercado de viagens.

Para o prefeito Vilmar Neckel, o Selo Prodetur + Turismo representa um marco no desenvolvimento da atividade em Bom Retiro. “Acabamos de mapear e georreferenciar todos os atrativos turísticos numa parceria com a Amures. Ganhamos um bloco inteiro de divulgação em âmbito internacional da Rede Globo, através do Globo Repórter. Estamos com a sinalização turística sendo implantada e agora a consagração com este documento que abre as portas para possíveis investimentos públicos e privados”, comemorou o prefeito.

Ele agradeceu ao ministro e a equipe que analisou de forma criteriosa a documentação que resultou no cadastro de Bom Retiro para obter o Selo. Vilmar Neckel reiterou que o Selo, atesta que o Plano de Turismo do município está de acordo com as diretrizes da política nacional de Turismo e com os critérios do Prodetur, o que em outras palavras significa que, o poder público está fazendo os deveres de casa no tocante ao turismo.

(informações e foto: Oneres Lopes)

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *