Esportes

Histórico: invicto, futsal feminino de Lages conquista a Libertadores da América!

A decisão contra o Sport Colonial, do Paraguai, terminou em 4 a 0 para o time de Lages

Às vésperas de completar 252 anos, a história de Lages acaba de receber novos heróis. As personagens não usam armas, como os farrapos na Revolução Farroupilha. Mas assim como os bois de botas e os lanceiros negros, elas lutaram por um sonho e um ideal. Sofreram e choraram com dores no corpo, a distância de casa e enfrentaram a força de adversárias que tinham o mesmo objetivo. A batalha foi dura. Mas se superaram. E agora podem estufar o peito, se encher de orgulho e soltar o grito. Elas venceram a guerra e conquistaram a América!

Não existe na história de Lages uma façanha tão gigante como a protagonizada pelas Leoas da Serra. Depois de uma campanha irretocável, com cinco vitórias em cinco jogos, 100% de aproveitamento, 48 gols marcados, apenas três sofridos e uma goleada em plena semifinal contra ninguém menos que o San Lorenzo da Argentina, time do Papa Francisco, a equipe lageana conquistou a Taça Libertadores da América de Futsal Feminino na tarde deste domingo, dia 14.

A decisão contra o Sport Colonial, do Paraguai, terminou em 4 a 0 para o time brasileiro. Os gols foram marcados por Tampa, Diana, Getúlio (contra) e Mayara. O jogo foi tenso. Afinal, a equipe paraguaia não chegou à final à toa.

O time é composto por brasileiras da maior rival das Leoas, a Female, de Chapecó, e também por uma velha conhecida, Getúlio, que já defendeu a camisa do grupo lageano. Na decisão do terceiro lugar, entre San Lorenzo da Argentina e Lyon da Colômbia, melhor para as argentinas, que venceram as colombianas nos pênaltis e conquistaram a medalha de bronze.

Na final, a maioria da torcida no ginásio do Comitê Olímpico do Paraguai, na capital Assunção, obviamente era para o time da casa. Mas as Leoas, da presidente Gi Morena, do técnico Esquerda, das muralhas Bia e Juba defendendo tudo no gol e sob a batuta das maestrinas Diana, Greice e Amandinha, eleita a melhor do mundo por quatro anos consecutivos, deram mais um show e levantaram a taça. A artilheira de Lages foi Diana, com 10 gols.

“Como lageana de nascimento, me sinto muito orgulhosa em poder proporcionar uma conquista tão importante para a nossa cidade”, diz Amanda.

“Foi muito importante todo o apoio que recebemos da cidade, dos parceiros, da imprensa e apoiadores como a Prefeitura de Lages, que transmitiu os jogos pelo Facebook”, comenta a presidente Gi Morena.

A volta para o Brasil

Depois da conquista, o time voltou para o hotel. E nesta segunda-feira, dia 15, às 14h30min, embarca no Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi, na cidade de Luque, região metropolitana de Assunção. Com uma conexão em Guarulhos (SP), o desembarque em Florianópolis está previsto para 22h. E na bagagem, além de orgulho e sorrisos, a taça que simboliza um novo, feliz e vencedor capítulo na história de Lages.

O primeiro compromisso das Leoas da Serra após a Libertadores será na quinta-feira, dia 25, às 20h, no Ginásio Jones Minosso, em Lages, pela Liga Catarinense. E será logo contra a maior rival, a Female, de Chapecó.

Projeto social que conquista a América em menos de quatro anos

A Associação Leoas da Serra foi fundada em fevereiro de 2015 com o intuito de unir esporte feminino de alto rendimento e a inclusão social de meninas. A partir de uma experiência bem sucedida dentro do Inter de Lages, com o Inter de Lages Futsal Feminino, que funcionou nos anos de 2013 e 2014, as Leoas da Serra adotaram o futsal como a primeira modalidade.

No primeiro ano de funcionamento, a escolinha gratuita, chamada de Escola de Leoas, passou de 100 meninas frequentando as aulas. Já nas quadras, o destaque foi nos Joguinhos Abertos, com o quarto lugar, e nos Jogos Abertos, com a medalha de prata.

Foi também em 2015 que uma Leoa da Serra foi convocada pela primeira vez para uma seleção brasileira: Maria Jhúlia, a Majhú, integrou a seleção brasileira sub 17 de futebol de campo no torneio internacional de São Paulo.

Os dois anos seguintes foram marcados pelo crescimento dos trabalhos da associação até o ponto de se tornar referência nacional. Mais de 400 meninas passaram a frequentar as escolinhas, e em 2016, veio o primeiro título: campeã catarinense sub 20 de futsal feminino.

Em 2017, os títulos se acumularam: campeã da Copa do Brasil, dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e da Taça Brasil Sub 20. E em 2018 as Leoas já conquistaram cinco títulos: Copa Sul Brasileira, Supercopa de Futsal, Jogos Universitários Catarinenses (Jucs) representando a Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), bicampeonato dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e Taça Libertadores da América.

Campanha das Leoas da Serra na Libertadores

Primeira rodada: Leoas da Serra 14 x 1 Aquiles Nazoa (Venezuela)

Segunda rodada: Leoas da Serra 7 x 0 Atlantes (Bolívia)

Terceira rodada: Leoas da Serra 13 x 0 Palestino (Chile)

Quarta rodada: Leoas da Serra 3 x 1 Lyon (Colômbia)

Semifinal: Leoas da Serra 8 x 1 San Lorenzo (Argentina)

Final: Leoas da Serra 4 x 0 Sport Colonial (Paraguai) (neste jogo foi marcado um gol contra (Getúlio) a favor do time de Lages)

 

Gols da equipe lageana na competição

Diana: 10

Amandinha: 6

Giy: 6

Greice: 5

Amanda: 4

Thais: 4

Jhennif: 4

Tampa: 4

Pelé: 3

Mayara: 2

Fotos: Pablo Gomes

 

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *