Economia

Delegação estrangeira faz visita técnica à Fazenda Mãe Rainha em Lages

No último mês de fevereiro, quatro uruguaios, dois argentinos e um escocês vieram a Lages conhecer algumas propriedades criadoras de gado Hereford. A fazenda Mãe Rainha foi uma das escolhidas pelos estrangeiros para o roteiro. A equipe faz parte da Sociedade Criadora de Hereford Uruguaia e com frequência realiza viagens a fim de conhecer a criação Hereford ao redor do mundo.

“Já fomos a diversos lugares da Argentina, Paraguai, Rio Grande do Sul, Sul da África, Estados Unidos, Canadá”, destaca o médico veterinário Dr. Alejandro Costa, que sempre teve curiosidade de conhecer os “campos de cima da serra””. Em Lages, eles foram ciceroneados pelo médico veterinário Diego Cardoso.

Para Alejandro Costa, a região serrana catarinense possui um desafio ambiental alto, mas com a aplicação de tecnologia e outros recursos constataram que é possível produzir. “Foi uma revelação ver tanto hereford aqui nessas condições duras e a raça se comportando muito bem”, destacou ele.

Sobre a visita na Mãe Rainha, destacou o profissionalismo e a clareza nos objetivos. “É a primeira cabanha do estado a seguir um programa de melhoramento genético e esse respaldo da pesquisa e da ciência é muito importante. Além disso, vimos excelentes animais. Tem touros ali, tanto rústicos quanto de argola, que poderiam competir em qualquer parte do mundo”, frisou ele.

Alejandro é a quinta geração de uma família que mora na mesma fazenda localizada em Tupambaé, Serro Largo, nordeste do Uruguai. A relação longínqua com o gado cara branca fez dele um dos maiores jurados de exposições do mundo.  

Para o administrador da Mãe Rainha, Edson Colombo, foi uma honra receber a visita de criadores oriundos de países que são referências na criação da raça. “A troca de experiências foi muito produtiva e ficamos orgulhosos pelo elogio recebido pelos nossos animais”, frisou ele, destacando que durante a recepção os anfitriões fizeram questão de servir carne certificada hereford catarinense.   

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *